Coreia do Sul 2020

Imagem: ruready1000

Conheça os principais projetos de estradas e carros inteligentes para 2020 que tornarão a Coreia do Sul um lugar avançado e inteligente para dirigir ou ser dirigido.

Desde a década de 60, quando a Coreia iniciou o seu ciclo de desenvolvimento, as estradas coreanas vem evoluindo de acordo com esse mesmo ciclo. Em um período de 50 anos deixou de ter uma tímida estrutura rodoviária e passou a ter uma complexa estrutura de vias expressas e estradas que chegam a todos os cantos do país. Embora muitos conheçam a reputação dos trens KTX que permitem viagens que atravessam o país em menos de 3 horas, as estradas sul coreanas, desde a década de 70, com a conclusão da Via Expressa Gyeongbu (que diminuiu de 15 para 5 horas a viagem de carro entre Seoul e Busan), vem expandindo, e os planos do governo com a iniciativa privada preveem grandes avanços até o ano de 2020.

O principal plano prevê que seja possível acessar uma via expressa no máximo em 30 minutos de qualquer parte do país, atendendo 96% da população. No entanto, mais do que isso, o governo vem anunciando investimentos para que além das vias expressas normais, até 2020, o país implemente uma série de iniciativas que transformem-as em vias inteligentes. Dentre as iniciativas estão a implantação de sistemas de informação de tráfico (para reduzir os congestionamentos), estações de carregamento (para carros elétricos), sistemas de pedágio inteligente (sem grandes cabines e a necessidade de diminuição de velocidade), e um sistema cooperativo de transporte inteligente que permitirá a operação de carros autônomos.

Carros inteligentes - SNUber

Imagem: The Korea Herald

Passando das estradas para os carros, o país vem desenvolvendo diversos projetos com carros autônomos a algum tempo. Estão envolvidas grandes empresas como KIA, Hyundai e Samsung e destaca-se o projeto da SNU (Seoul National University – Universidade Nacional de Seoul), o SNUber (junção de SNU e Uber), um táxi que já opera dentro do campus. Em contraste com o conhecido projeto da Google, este opera em um ambiente com um clima que dificulta a utilização de um carro inteligente, já que o SNUber enfrenta neve e outras intempéries que são praticamente ausentes no atual campo de testes do projeto da gigante da internet. O professor Seo Seung Woo, Diretor do Laboratório de Inteligência  de Veículos da SNU, expressou que “a comercialização limitada pode ser possível até 2020”, mas que a inteligência artificial necessária para o desenvolvimento de um serviço totalmente automatizado Uber será possível apenas em 2035.

Outros projetos que chamam a atenção são os das montadoras KIA e Hyundai, que até 2020 pretendem disponibilizar sistemas de direção assistida, mas apenas em 2030 esperam comercializar carros totalmente autônomos. A Hyundai espera em 2020 comercializar seus primeiros carros altamente autônomos (modelo Genesis), fazendo frente a Google, General Motors e a alemã Mercedes Benz, na corrida por esse novo mercado.

Dentro da esfera da sustentabilidade, espera-se até 2020 existir mais de 1 milhão de carros rodando com tecnologias alternativas nas estradas sul coreanas. O Ministério do Comércio, Indústria e Energia lançou no final do ano de 2015 uma série de medidas para que a adoção dessas energias seja acelerada no país.

Com todos estes planos, projetos e iniciativas fica claro que a Coreia do Sul terá um papel de protagonismo no desenvolvimento do futuro das estradas e automóveis do mundo, nos deixando atentos e esperançosos no que no futuro nos reserva.

Fontes: Korea.net, Yeonhap News, The Economic Times, The Jakarta Post, The Korea Times, NewsWeek, DigitalTrends, Safe Car News, AutonewsHybrid Cars, The Sun Daily, SNU News

avatar
About Israel Araujo

Programador (Maringá-PR) - Estudante universitário e programador web, tem nos últimos 3 anos se interessado pela cultura coreana, k-pop, programas de variedade, e-sports, doramas e logicamente por toda a tecnologia. Tem como meta viajar para a Coreia e conhecer este país tão fascinante.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *