Gyeongju, ONU, conferência da ONU na Coreia, Gyongju receberá ONU

Coreia do Sul receberá a 66ª edição da conferência do Departamento de Informação Pública da ONU (DPI). Essa é a primeira vez que a conferência é realizada em um país da Ásia.

O encontro, que será em Gyeongju, de 30 de maio a 1o de junho, reunirá organizações não governamentais de todo o mundo. Este é o primeiro grande evento da ONU com a sociedade civil desde que foram adotados os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, em setembro de 2015.

Com o tema “Education for Global Citizenship: Achieving the Sustainable Development Goals Together” (“Educação para Cidadania Global: Alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável Juntos” em tradução livre) o programa inclui sessões de abertura e encerramento, oficinas organizadas pelos participantes da conferência, exposições e eventos paralelos.

Além disso, mesas redondas discutirão sobre o direito dos estudantes de todo mundo terem acesso a lugares de aprendizados que seja seguros e inclusivos; sobre energia, ambiente e mudanças climáticas; sobre a erradicação da pobreza para a cidadania global. As ONGs são parte integrante da organização da conferência e foram convidadas a propor oficinas, exposições e eventos paralelos, entre outras iniciativas.

Até o momento, mais de 410 organizações já se registraram para participar do encontro. As organizações interessadas em participar podem se inscrever até o próximo dia 20 de maio. O procedimento é exclusivamente online e pode ser feito no site do evento.

Todos os detalhes da conferência estão disponíveis no site do evento.

GYEUNGJU

Gyeongju, ONU, conferência da ONU na Coreia, Gyongju receberá ONU

A cidade de Gyeongju está localizada a 4 horas de Seul, capital da Coreia do Sul.

A área de Gyeongju é registrada como Patrimônio Cultural Mundial da UNESCO sob o título. Ela é conhecida como “Museu sem Paredes”, por seu grande valor histórico e cultural. Entre os tesouros da cidade estão Namsan, que abriga diversos artefatos budistas; Wolseong, que apresenta as ruínas do palácio da Dinastia Silla; Daereungwon, onde estão localizadas tumbas antigas;  Hwangryongsa, que abriga as relíquias do tempo gigante de Hwangryongsa e a fortaleza Myunghwal.

Para saber mais sobre a cidade, leia nosso post.

Fonte: Nações Unidas no Brasil, Outreach

avatar
About Jessica

Editora Chefe (Belo Horizonte - MG) Jornalista por formação e comunicóloga por vocação. Tão apaixonada pela cultura coreana, que fala e escreve sobre ela o tempo todo. Trabalha a finco para quebrar os pré conceitos que se existe em relação a Coreia.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *