entrevista amp

Imagem: divulgação

AMP Movement é um trio coreano-americano de hiphop, composto por CL, J. Han, e Sam Ock.  Nesta entrevista exclusiva ao BrazilKorea, eles contaram um pouco sobre a carreira, história e sonhos.

BrazilKorea: Quando vocês decidiram formar o trio?
AMP: Foi por volta de janeiro de 2010 quando decidimos trabalhar juntos como um grupo. No entanto, começamos a orar por isto em novembro de 2009.

BrazilKorea: Como foi o início da carreira como grupo?
AMP: Foi emocionante e novo, ainda era desconhecido, mas com muita fé em Deus sobre o lugar onde Ele está nos levando. Todos nós éramos artistas solo, por isso também fizemos ajustes para trabalhar como equipe. Foi uma grande experiência de aprendizagem para todos nós.

BrazilKorea: Vocês têm um estilo único, como foi o desenvolvimento dele?
AMP: Sam Ock é o nosso produtor que trouxe a fusão de adoração, pop e hip-hop. Cada membro do AMP tem o seu próprio e único lirismo, fluxo e entrega.

BrazilKorea: Quais são as dificuldades de fazer hip hop gospel?
CL: Eu acho que uma das dificuldades, vivenciada por todos os artistas, é que consistentemente melhorar as composições e  na criatividade. Como cristãos, nós queremos desenvolver com excelência nosso melhor, então o desafio é sempre criar músicas profundas dentro da nossa própria arte.
J. Han: Acho que a questão é o significado, não dificuldade. Lidar com expectativas dos outros. Artistas cristãos muitas vezes possuem um padrão mais elevado, com razão, o que pode fazer com que se sentiam isolados e incapazes de ver que eles também são projetos de renovação e necessitam da graça de Deus.

BrazilKorea: Onde vem as ideias para suas músicas? E os videoclips?
AMP: Para nós, quando Sam produz uma faixa, ele envia uma batida e com isso já temos um conceito, ou por vezes, apresentamos algumas ideias para o outro e chegamos a um consenso sobre o que se encaixa melhor. Nossos vídeos, a cerca de um, são todos feitos por Won Jang, que é o nosso irmão e diretor extremamente talentoso!

BrazilKorea: Você Já dividiu o palco com grandes artistas como Trip Lee, Jimmy Needham, Jamie Grace, Tenth Avenue North, e muitos outros. Como foram essas experiências?
AMP: Foram incríveis! Tivemos a oportunidade de conhecer alguns deles mais do como artistas, como irmãos no Senhor, foi encorajador. Eu acho que quando a gente se encontra com artistas que tem uma carreira, a mais tempo e em maior escala, e ouvimos a sua visão é sempre útil. Ajuda a nos edificar e dar uma ideia melhor de nossa direção e foco.

BrazilKorea: Quais são suas influências musicais? Tem influências de Kpop oumúsica tradicional coreana?
CL: 2Pac, Big Pun, Stephen the levita, Chris Tomlin e Matt Redman. Para mim, particularmente, não tive muita influência Kpop.

J. Han: Stevie Wonder, A Tribe Called Quest, Nujabes e Nas. Fui influenciado por bandas kpop dos anos 90, como Koyote e HOT.

BrazilKorea: A música coreana é cada vez mais ouvida no mundo. Acreditam que isto fez as pessoas mais interessadas no trabalho de vocês?
AMP: As músicas do Sam são famosas na Coreia e isto abriu as portas para o AMP ser conhecido na Coreia e no Japão. Eu não acho que a alta do K-Pop tenha realmente contribuído para nosso sucesso, isso aconteceu porque as pessoas só gostaram da nossa música, especialmente as do Sam.

BrazilKorea: Vocês brigam muito entre vocês?
AMP: Esta é uma pergunta engraçada, hahaha, mas para ser honesto, não, não brigamos muito. Há momentos complicados, mas nós nunca realmente brigamos por nada. Claro que existem momentos dolorosos, mas nunca em um grau de briga.

BrazilKorea: Quem é mais engraçado do grupo? O mais estressado? E o mais organizado?
AMP: Hmmm… não temos certeza de quem é o mais engraçado, todos nós mantemos o bom humor e nós damos tão bem que é difícil responder. O mais estressado e organizada é provavelmente  o CL (Chung), mas isto é porque ele lida com todo o lado administrativo das coisas, trabalha em tempo integral e tem família, então ele mantém as coisas organizadas entre tudo isto, sempre com muita educação.

BrazilKorea: Vocês se veste, muito bem, quem escolhe suas roupas e acessórios?
AMP: LOL! Cada um escolhe suas próprias roupas, mas J. Han definitivamente é o mais estiloso e ele ajuda como as roupas quando vamos gravar algum MV ou algo do tipo.

BrazilKorea: O que você sente quando pisa no palco?
CL: Para ser honesto, para mim agora, eu diria que eu me sinto confortável. Eu acho que a pressão de tentar fazer um bom trabalho, dizer as coisas certas, querer impactar, embora ainda sinta essas coisas, eu aprendi que ser você mesmo e confiar no Senhor realmente traz uma calma e Paz. Ainda há momentos em que fico nervoso, mas eu entendo em meu coração que eu vou dar tudo de mim e o Senhor fará o que Ele faz e o melhor que posso fazer é dar o meu melhor. Eu também me sinto muito cansado, por vezes, no palco, porque eu preciso entrar em forma, LOL!

J. Han: Qualquer tipo de nervosismo que tenho antes do show, logo vai embora quando eu piso no palco. Eu aprendi a me divertir durante os shows e não me estresso com coisas fora do meu controle. Eu acredito que Deus fale ao seu povo, independentemente doa minha performance.

BrazilKorea: Qual foi o melhor momento da sua carreira? E o mais difícil?
CL: O melhor momento foi, honestamente, quando comecei no AMP. Éramos todos artistas solo antes e conhecer os caras foi realmente encorajador e nenhum de nós tem irmãos, todos temos irmãs, e passamos a ver uns aos outros como irmãos. O mais difícil para mim, honestamente tem sido este ano como eu lidar com os aspectos do meu negócio e tem sido extremamente desgastante para mim equilibrar família, trabalho, igreja, música, e nós realmente crescemos muito rápido nos últimos 3 a 6 meses.

J. Han: Os melhores momentos foi quando somos capazes de se reunir com velhos amigos que conhecemos ao longo da nossa carreira musical em cidades em todo o mundo. Os momentos mais difícil é quando tenho que discernir se certas oportunidades são boas para nós e se é algo que é da vontade de Deus.

BrazilKorea: Você tem feito shows em diversos lugares do mundo. De todos os lugares que vocês tocaram, qual mais gostou?
CL: Nós fizemos shows nos Estados Unidos, Coreia, Paris, e J. Han e Sam Ock no Japão. Eu não tenho certeza se eu tenho um lugar favorito em que fiz um show. No entanto, eu gosto de viajar para diferentes países, passando um tempo com amigos e familiares na Coreia, e conhecer e descobrir novas culturas.

J. Han: Eu prefiro os shows fora dos Estados Unidos, porque nós temos a experiência de conhecer diferentes culturas, pessoas e experimentar comidas deliciosas!

BrazilKorea: O que acham de fazer um show no Brasil?
AMP: Nós amaríamos!! Se você conhece alguém que possa estar interessado, por favor, avise-nos!

BrazilKorea: Quais os fãs podem esperar para 2016 e 2017?
AMP: Os fãs podem esperar um novo álbum do AMP! Há outras coisas que estamos fazendo, mas os fãs terão de ficar em sintonia com a gente para descobrir, porque não podemos divulgar ainda.

BrazilKorea: Como os fãs brasileiros podem adquirir seus álbuns?
AMP: Nossa música é distribuída em todo o mundo, no iTunes, Google Play, etc. São as principais saídas digitais para ouvir nossa música ai no Brasil. Podem também acompanhar nosso canal no YouTube (youtube.com/goodfruitco) para assistir nossos MVs  e vídeos especiais.

Gostou? Então acompanhe-os nas redes sociais:
SITE// FACEBOOK // TWITTER // INSTAGRAM // YOUTUBE

avatar
About Cecilia Bohrer

Editora de Conteúdo (Belo Horizonte - MG) - Estudante de jornalismo, é apaixonada por comunicação, música, cultura oriental, universo nerd e o meio gospel. É produtora na Rede Super de televisão e trabalha em diversos projetos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *