Lee Jae Hyo

Imagem: Divulgação

Lee Jae Hyo é um famoso designer coreano que já fez inúmeras exposições ao redor do mundo. Pedra, aço e madeira são materiais constantemente usados em seus projetos. Em entrevista para o BrazilKorea ele fala sobre sua carreira, arte e seus novos projetos.

Nome: Lee, Jaehyo

Idade: 50

Hobby: Sonhar acordado

Designer favorito: Tony Chi

Músicas favoritas: Música calma

 

BrazilKorea: Quando você decidiu se tornar um designer?

Lee Jae Hyo: Eu participei de um clube de arte no ensino médio. Desde então, sempre pensei em ser um artista.

BrazilKorea: Onde você encontra inspiração para suas criações?

Lee Jae Hyo: Eu começo um trabalho quando encontro uma coisa ‘nova’. Gosto de transformas coisas marcantes, de torna-las mais bonitas. A função original da arte é perseguir a real beleza.

BrazilKorea: Você se lembra do seu primeiro projeto?

Lee Jae Hyo: Sim. Foi no hotel W, na Coreia.

BrazilKorea: Como você se sentiu no final do seu primeiro projeto?

Lee Jae Hyo:  Fiquei surpreso ao perceber que poderia ganhar dinheiro com o meu trabalho.

BrazilKorea: Há algum projeto que você pense que não será capaz de realizar?

Lee Jae Hyo: Queria fazer um projeto itinerante da Coreia do Norte até a China.

BrazilKorea: Qual é o projeto mais especial que você fez, o que te deixou mais orgulhoso?

Lee Jae Hyo: Sinto o mesmo por cada projeto meu, não tenho um favorito.

BrazilKorea: Como você se sentiu quando a sua criação foi exposta pela primeira vez em outro país?

Lee Jae Hyo: Eu me senti muito animado e feliz. Foi ainda melhor quando eu o vi em um hotel enquanto viajava.

BrazilKorea: Coreia, Inglaterra, China, EUA e muitos outros países. Você já exibiu seus trabalhos em vários países, gostaria de expor seus trabalhos em algum outro país? Já pensou em expor no Brasil?

Lee Jae Hyo: Brasil. Queria que ele e a Coreia fossem mais próximos, aí poderia visitá-lo mais vezes. Quero muito ter uma exposição aí no Brasil, mas ainda não tive a chance.

BrazilKorea: O que você acha do design no Brasil? Conhece algum artista brasileiro?

Lee Jae Hyo: Infelizmente eu não tenho interesse em outros artistas, brasileiros ou não. Eu não visito museus nem leio livros sobre arte. É difícil me lembrar de algum artista.

BrazilKorea: Desenho, Pedra, aço, madeira são alguns materiais básicos dos seus projetos. Qual deles é o seu preferido, com o qual é mais fácil de trabalhar?

Lee Jae Hyo: Árvores. É mais fácil pra mim. Meu ponto forte é encontrar o uso adequado para cada material. Mas árvores são meu principal material e também meu favorito.

BrazilKorea: Qual conceito você quer trabalhar em sua próxima exposição?

Lee Jae Hyo: Acho que a exposição em galerias e em museus têm características diferentes. Isso é importante para trabalhar no conceito do trabalho especificamente para o lugar que o irá acolher. Quando exponho, levo em consideração o espaço.

BrazilKorea: O que você gosta de fazer quando não está trabalhando?

Lee Jae Hyo: Estou interessado em arquitetura. Eu me diverti muito projetando meu estúdio e ele ainda está em progresso.

BrazilKorea: Qual conceito você ainda gostaria de usar em um projeto?

Lee Jae Hyo: Por hora, o mais importante pra mim é continuar na busca por coisas novas. Então, não estou muito certo sobre o que eu quero para o futuro.

BrazilKorea: É inegável que sua carreira é extensa. Você acha que o conceito de seu trabalho foi mudando ao longo dos anos?

Lee Jae Hyo: Continuo trabalhando com o conceito da pedra desde a universidade. Meu conceito não mudou, mas se diversificou desde que comecei.

BrazilKorea: Se fosse convidado para fazer uma apresentação sobre o Brasil e a cultura brasileira, sem limitação de materiais para uso, o que usaria? Quais seriam os recursos trabalhados na exposição?

Lee Jae Hyo: Não vou planejar nada antes de visitar o Brasil. Antes de começar, preciso pesquisar e encontrar alguma coisa sem planejamentos, uma coisa nova. E, a partir daí, vai surgir algo inimaginável.

BrazilKorea:  Quais são seus planos para 2015?

Lee Jae Hyo: Estou planejando uma exibição solo na China e na Coreia. No verão, também participarei de um programa de residência na Itália.

BrazilKorea: Deixe uma mensagem para seus fãs e para aqueles que estão entrando no mundo do design agora!

Lee Jae Hyo: Costumo dizer “quando você faz o seu melhor e as pessoas não reconhecem, desista”. Isso significa que você não deve desperdiçar o seu tempo lutando por um sonho impossível. A vida é uma jornada. O lugar por onde você passa diariamente pode não ser um destino de viagem. A vida e a arte são uma jornada em busca de algo novo.

 

Acompanhe o site do Designer: SITE

Entrevista: Cecília Bohrer

Lee Jae Hyo

Imagem: Divulgação

Lee Jae Hyo is a famous Korean designer who has done numerous exhibitions in Korea and elsewhere in the world. Drawing stone, steel, wood are some basic materials used their projects. In this interview with BrazilKorea he talks about his career, about art, and his new projects.

Name: Lee, Jaehyo

Age: 50

Hobby: daydreaming

Favorite designer: Tony Chi

Favorite music: Quiet music

BrazilKorea: When you decided to become designer?

Lee Jae Hyo: In my high school years, I was in the art club. Since then, I always thinking of being an artist.

BrazilKorea: Where do you find inspiration for your creations?

Lee Jae Hyo: I start a work when I encountered the ‘new’ things. I wish to change striking things more beautiful. I insist that it’s the time for Art to do it’s original role : Pursue the true beauty.

BrazilKorea: Do you remember your first project?

Lee Jae Hyo: Yes, it was at the W hotel, Korea.

BrazilKorea: How did you feel at the end of your first project?

Lee Jae Hyo: Just surprised by I could make money with my work.

BrazilKorea: There was a project that you thought it would not be able to accomplish?

Lee Jae Hyo: Since Korea is a divided nation, I wanted to do a project that across North Korea to China with my work loaded truck.

BrazilKorea: What’s the most special project you’ve done, what more proud?

Lee Jae Hyo: Every project feels same to me, nothing that much special.

BrazilKorea: How did you feel when your creation was exposed for the first time in another country?

Lee Jae Hyo: I feel very excited and happy, and it feels even better when I met my work in the hotel while traveling.

BrazilKorea: Korea, England, China, USA and a lotother countrys. You had exhibite your works in several countries, would like to exhibit your work in other contry? Ever thought of exhibit in Brazil?

Lee Jae Hyo: Brazil. I wish that Brazil and Korea is more closer, that I could visit there more often. I do really want to have an exhibition there, but didn’t have chance to.

BrazilKorea: What do you think of design in Brazil? Know any Brazilian artist?

Lee Jae Hyo: Unfortunately, I don’t have much interest to other artist also Brazilian artist. I even don’t go to the museums or read a art book. It is hard for me to remember somebody.

BrazilKorea: Drawing, Stone, steel, wood are some basic materials for your projects. Which one do you think is your favorite, with which it is easier to work with?

Lee Jae Hyo: Tree is my favorite. It is easiest for me. My strength is to find the proper method to material’s characteristic.

Though, tree is my main material and also my favorite.

BrazilKorea: What concepts you want to work on your next exhibition?

Lee Jae Hyo: I think the gallery exhibition and the museum exhibition has to exhibit different characteristic work. It is important to make site specific work rather than emphasis the concept of work. I want to display the new work exactly for the new space.

BrazilKorea: What do you like to do when you aren’t working?

Lee Jae Hyo: I’m interested in architectural design. I have a lot of fun when I design my studio and it’s still progressing.

BrazilKorea: What subject/concept you would still like to make a presentation?

Lee Jae Hyo: For now, most important things to me is wandering to encounter the new things. So I’m not sure that what I want to present in the future.

BrazilKorea: It’s Undeniable that your career is extensive. Do you think the concept of its work has been differentiated over the years?

Lee Jae Hyo: I still working with the stone concept work since I was in the university. My concept did not differentiated but diversified from the beginning.

BrazilKorea: If you were invited to make a presentation about Brazil and brazilian culture, without limitation materials to use, how likely would it be? What would be the most features worked at the exhibition?

Lee Jae Hyo: I won’t prepare anything before I go to the Brazil, because it is important to find something unplannable and totally new. And the result will be a unimaginable thing.

BrazilKorea: What are your plans for 2015?

Lee Jae Hyo: I’m planning to have a solo show in China and Korea. Also in Summer, I’m going to participate a residency program in Italy .

BrazilKorea: Leave a message for your fans and for those who are entering the world of design now!

Lee Jae Hyo: I often say “when you do your best and people don’t recognize, give it up” This means you should not waste your time to struggle for an impossible dream. Life is a journey. The place that you visit every day could not be a travel destination. Life and Art is a journey to find something new.

Follow his website:
SITE

Interview: Cecília Bohrer

Entrevista: Cecília Bohrer

avatar
About Cecilia Bohrer

Editora de Conteúdo (Belo Horizonte - MG) - Estudante de jornalismo, é apaixonada por comunicação, música, cultura oriental, universo nerd e o meio gospel. É produtora na Rede Super de televisão e trabalha em diversos projetos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *