BrazilKorea Flitto

Imagem: www.youtube.com

As redes sociais estão cheias de cantores, atores, escritores de vários lugares do Brasil e do mundo. Mas muitas vezes não conseguimos entender o que eles falam, pois suas postagens são feitas em inglês, coreano ou japonês. Conheça então o site Flitto, criado pelo sul coreano Simon Lee. 

Flitto é um site que oferece tradução de textos para 17 idiomas, entre eles português de Portugal, e é bem simples de se utilizar. O usuário pode escolher acessar o site via Facebook ou Twitter. Assim que fizer o login o usuário terá acesso a sua timeline. E como em qualquer outra rede social, o participante deverá seguir as contas dos seus artistas favoritos. Seja ela no Twitter, Facebook, Instagram e até mesmo Weibo. Após fazer essa escolha, é só voltar para sua página inicial e conferir tudo que foi postado pelo seu artista favorito. 

flitto

Diferente da maioria das empresas do ramo, a Flitto não emprega tradutores de maneira direta. Ela convida as pessoas que sabem mais de um idioma a oferecerem seus serviços no site e no aplicativo para celulares da Flitto. São mais de um milhão de tradutores cadastrados em 170 países que podem traduzir até 17 idiomas distintos. Cada um cobra pelo trabalho que faz, e a Flitto fica com uma porcentagem do valor.

Histórico

Desde pequeno, o sul-coreano Simon Lee era viciado em novos idiomas. Lee fala seis línguas, coreano, inglês, francês, árabe, mandarim e japonês, e diz que ainda tem planos de estudar outros idiomas no futuro. Com tal habilidade linguística, o empresário sul-coreano nunca precisou usar nenhum serviço de tradução. Mas depois que seus colegas de sala na Universidade de Seul começaram a lhe pedir ajuda com os trabalhos de inglês na faculdade, viu que ali existia uma grande oportunidade de negócio.

E assim Lee lançou sua primeira empresa: a Flitto, nascida em setembro de 2012 e hoje com mais de 5 milhões de usuários ao redor do mundo. 

Uma vida nômade

Mas vale a pena conhecer um pouco a história de Lee para entender sua paixão pelas línguas estrangeiras. Por conta do trabalho de seu pai em uma empresa multinacional, Lee passou a maior parte da vida fora da Coreia do Sul.

Ele nasceu no Kuwait, onde passou seus quatro primeiros anos de vida, antes que seus pais decidissem se mudar para o Reino Unido. Três anos mais tarde, outra mudança, desta vez para os Estados Unidos. E outra, para a Arábia Saudita, um ano depois.

Sua educação em escolas internacionais fez com que aprendesse muito rápido inglês, francês e árabe, que se somaram ao coreano, a língua natal. Depois de sete anos na Arábia Saudita, Lee e sua família voltaram à Coreia do Sul, onde ele terminou a escola e foi estudar na prestigiada universidade coreana.

Fonte de inspiração

Nos primeiros meses da faculdade, seus amigos já começaram a pedir ajuda para traduzir trabalhos e tarefas para o inglês. Foi aí que ele descobriu o potencial dos serviços de tradução e começou a pedir ajuda a outros poliglotas do seu círculo de amizades.

Seu negócio estava só começando, o empresário decidiu se mudar da Coreia do Sul para investir no site. O destino escolhido foi Londres, local muito popular por ser uma cidade multicultural e por apresentar uma pluralidade de idiomas falados nas ruas todos os dias.

Lá, em um escritório compartilhado com várias outras start-ups que precisavam de suporte financeiro, Lee pensou em uma maneira inovadora de atrair atenção para o seu site e aplicativo. Ele precisava conquistar o interesse tanto de potenciais clientes, como de tradutores voluntários.

A resposta que achou para divulgar a Flitto foi copiar tuítes de pessoas famosas, como a Lady Gaga, e motivar as pessoas a traduzi-los em diferentes idiomas, oferecendo em troca prêmios de merchandising relacionados com a celebridade em questão.

Funcionou. A ideia de usar nomes de famosos garantiu a ele uma divulgação global.

A Flitto logo começou a crescer, e a marca foi reconhecida com um número crescente de tradutores que mostravam interesse pelo projeto.

Hoje, a empresa de Lee tem sede em Seul, com 34 empregados e uma média de 70 mil pedidos de tradução por dia: desde pessoas que precisam de ajuda com alguns parágrafos até empresas que contratam traduções de grandes volumes de texto.

Cada tradutor, mais de um milhão, é classificado em um sistema de estrelas, de acordo com o grau de satisfação do cliente com cada trabalho entregue.

Além disso, a Flitto tem sua própria loja com mercadorias da marca, que vão desde uma linha de roupas até capinhas de celulares.

Acesse o site oficial da Flitto ou baixe o aplicativo no GooglePlay

Fonte: BBC

 

avatar
About Jessica

Editora Chefe (Belo Horizonte - MG) Jornalista por formação e comunicóloga por vocação. Tão apaixonada pela cultura coreana, que fala e escreve sobre ela o tempo todo. Trabalha a finco para quebrar os pré conceitos que se existe em relação a Coreia.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *