IMAGEM: www.npr.org

IMAGEM: www.npr.org

A II Bienal Brasil do Livro e da Leitura em Brasília contará com a presença do renomado escritor coreano Kim Young Ha. O evento que vai do dia 11 a 21 deste mês de abril, trará ao público seminários, debates, palestras, lançamentos e mostra de cinema. A lista de escritores convidados é generosa e cobre vários continentes, e claro, não poderia faltar a Ásia.

É nesse intuito que será promovido o debate “A literatura que vem do Oriente” com Kim Young Ha (Coréia do Sul), Murong Xuecun (China) e mediada por Lee Jung Keun (Coréia do Sul). O Brazilkorea estará presente e conta a vocês, nossos leitores, um pouco da trajetória desse escritor reconhecido mundialmente.

Young Ha nasceu em Hwacheon (Coréia do Sul), se formou em Gestão na Universidade de Yonsei (Seul), passou também por outras grandes universidades como a Universidade Nacional das Artes da Coréia, Universidade Columbia (Nova Iorque), mas acabou se tornando escritor e hoje, é cronista Internacional do New York Times. Além de muitos de seus romances terem sido adaptados para o cinema, já conquistou todos os principais prêmios de seu país. Suas obras tratam de emoções e desafios de jovens coreanos num mundo cada vez mais globalizado e em constante mudança. O maior dos seus sucessos, intitulado “Black Flower”, que conta com tradução para o português da Geração Editorial, no qual conta a história verídica de 1.033 imigrantes coreanos vendidos para o México em 1905 e tratados como escravos.

PROGRAMAÇÃO

16/04 – Quarta Feira 18:30 Debate “A literatura que vem do Oriente” – Auditório Nelson Rodrigues

20:00 Lançamento dos livros Deixe-me em Paz e Flor Negra – Stand Geração

Acompanhe Young-ha nas redes sociais

Site: http://kimyoungha.com/

Facebook: http://www.facebook.com/writer.kimyoungha

Fan page: http://www.facebook.com/writer.younghakim

Fontes: Bienal Brasil do LivroGeracao Editorial e Site Oficial Kim Young Ha (Inglês)

avatar
About Barbara Brisa

Editora de conteúdo (Brasília) - Socióloga e pesquisadora sobre cultura e tradição coreana.

3 Responses to II Bienal Brasil do Livro e da Leitura em Brasília receberá escritor Kim Young Ha
  1. avatar

    […] Para mais informações sobre Young Ha e a Bienal, confira nossa matéria aqui ! […]

  2. avatar

    […] Kim Young Ha descreve que haviam indivíduos das mais variadas classes sociais entre aqueles que adentraram a jornada, ou seja, dos aristocratas aos plebeus. Além disso, observa que mulheres não podiam embarcar sozinhas, sendo possível apenas ingressarem no navio, junto aos membros de suas respectivas famílias. Flor Negra retrata não só episódios da longa e sofrida viagem, marcada na memória de muitos imigrantes por condições muito precárias e insalubres, e na venda da força de trabalho destinada a servidão, como também a história de I Jeong e Yeonsu, ele um jovem órfão, e ela filha de um nobre. Entre os enlaces e desenlaces do romance, ambos são separados quando proprietários rurais começam a reivindicar trabalhadores para suas fazendas. Após anos trabalhando nos campos de sisal (planta nativa do México), muitos são apanhados no fogo cruzado da Revolução Mexicana e outros acabaram fugindo com I Jeong para a Guatemala, onde fundaram a Nova Coreia em meio às ruínas da civilização maia. […]

  3. avatar
    Soraya Gonçalves 12/04/2014 at 9:25 PM Responder

    Qual é o dia em que ele estará presente no evento?


[top]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *