Imagem: kaist.edu

Imagem: kaist.edu

Considerada a universidade mais inovadora da Ásia, e a 10ª do mundo em 2016, segundo a agência Reuters. O KAIST está no cerne do desenvolvimento econômico e tecnológico sul coreano.

O Korean Advanced Institute of Science and Technology (Instituto Coreano Avançado de Ciência e Tecnologia) surgiu da união do KIST (Instituto de Tecnologia da Coreia) e do KAIS (Instituto Avançado de Ciência da Coreia) no ano de 1981. Embora ambos os institutos já existissem antes, o governo achou por bem uni-los e formar o KAIST, com o objetivo de ser para Coreia do Sul o instituto focado na pesquisa que formasse uma elite de recursos humanos na ciência e tecnologia, considerados tão necessários para a nação. Foi desenvolvido para apoiar a industrialização como parte de um plano econômico de desenvolvimento do país que visava prover talentos e se firmou como a primeira escola de ciência e tecnologia de graduação focada na pesquisa.

A estrutura física da universidade está dividida em duas cidades, sendo parte em Seoul e parte em Daejeon. O campus principal fica localizado em Daejeon e conta com mais de 140 hectares com diversos prédios de salas, laboratórios, dormitórios, cafeterias, bibliotecas e possui até um sistema de transporte próprio com um ônibus elétrico criado em um projeto desenvolvido na própria universidade. O campus fica bem próximo do Expo Park, do Arboreto Hanbat, do complexo do Governo de Daejeon e é rodeado por centenas de centros de pesquisas, institutos governamentais de tecnologias aplicadas e juntamente com a Chungnam National University (CNU) formam a Daedeok Innopolis, espaço onde operam mais de 1000 startups.

O campus de Seoul possui uma estrutura menor, com cerca de 41 hectares, e é também conhecido como a Escola de Negócios do KAIST (KCB – KAIST College of Business). Fica localizado na parte nordeste de Seoul mais próximo dos campus da Korea University (KU) e da Hanguk University of Foreign Studies (HUFS). Além dos campus a universidade mantém em Busan uma Academia de Ciências (KSA – Korea Science Academy) para alunos super dotados.

Os cursos do KAIST estão distribuídos entre 5 colleges (faculdades) com 36 divisões ou departamentos que oferecem centenas de classes e cursos. Os colleges são: Ciências Naturais, Ciência da Vida e Bioengenharia, Engenharia, Artes Liberais e Ciência da Convergência, e Negócios. O destaque fica para os departamentos de Engenharia que têm suas patentes citadas como relevantes mais do que qualquer outra universidade da Asia.

A instituição figura no alto do ranking inaugural das “Universidades mais inovadoras da Asia”, elaborado pela agência Reuters. O ranking leva em conta principalmente a produção ciêntifica representada por papers e patentes registradas, que segundo a agência, revela o interesse de proteger e comercializar suas descobertas. A produção de patentes é tão expressiva que faz a Coreia do Sul, juntamente com o Japão, registrarem mais que o dobro de patentes que as universidade dos outros países ranqueados.

Uma boa notícia para brasileiros é que a universidade é acessivel através dos programas de bolsas oferecidos pelo governo sul coreano anualmente, o KGSP, que no Brasil está acessivel através dos editais publicados pela Embaixada. Além disso através da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível, fundação vinculada ao MEC), no programa Ciência Sem Fronteiras é possível a aplicação para bolsas completas ou de sanduíche para doutorados e pós-doutorados no KAIST.

Fontes: KAIST.edu, KAIST.ac.krReuters, StudyInKorea

avatar
About Israel Araujo

Programador (Maringá-PR) - Estudante universitário e programador web, tem nos últimos 3 anos se interessado pela cultura coreana, k-pop, programas de variedade, e-sports, doramas e logicamente por toda a tecnologia. Tem como meta viajar para a Coreia e conhecer este país tão fascinante.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *