kim jae-bum

Imagem: http://www.ibnlive.com/news/india/kim-jae-bum-wins-mens-81kg-olympic-judo-gold-493167.html

Kim Jae Bum é um dos judocas mais bem sucedidos da Coreia, sendo destaque nas competições que participou. O medalhista olímpico provavelmente deve vir acompanhando a equipe técnica coreana de judô nos Jogos Olímpicos do Rio 2016

Kim nasceu no dia 25 de janeiro de 1985 em Gimcheon, Gyeongsangbuk-do. Sua primeira medalha de ouro foi na categoria 73 kg durante o Mundial Júnior de Judô 2004, em Budapeste. Nessa mesma categoria, conseguiu o ouro nos Jogos Asiáticos de Judô 2005, em Tashkent.

Foi considerado um dos três grandes judocas da categoria 73 kg na Coreia do Sul, juntamente com Lee Won Hee e Wang Ki Chun. Mas em 2007, ele ganhou peso para evitar a concorrência feroz, consagrando-se campeão na categoria 81 kg durante os Jogos Asiáticos de Judo 2008 em Jeju, na Coreia.

Kim Jae Bum competiu nos Jogos Olímpicos de 2008 em Pequim, China, e ganhou a medalha de prata. Nas rodadas preliminares, ele derrotou o campeão europeu de 2006, Serguei Shundikov da Bielorrússia por pontos, e o campeão europeu de 2007, Robert Krawczyk da Polónia por ippon (golpe foi desferido de forma correta, resultando na queda do oponente com as costas por completo no tatame e gerando imobilização por determinado tempo).

Nas quartas de final, o atleta derrotou o campeão europeu em 2008, o português João Neto, por pontos. Na semifinal, seu oponente foi o campeão do mundo de 2005, Guillaume Elmont dos Países Baixos. Embora Kim tenha derrotado todos esses campeões nas rodadas anteriores, durante a final ele perdeu para o campeão europeu de 2005, o alemão Ole Bischof.

O atleta ganhou sua primeira grande medalha de ouro em 2010 no Campeonato Mundial de Judô, realizado em Tóquio, Japão. Na final,  derrotou duas vezes o medalhista olímpico brasileiro, Leandro Guilheiro ao executar um waza-ari com ouchi-gari no tempo extra.

Kim Jae Bum tornou-se campeão do mundo pela segunda vez no Mundial de Judô 2011, realizado em Paris, França. Onde venceu na final Srdjan Mrvaljevic de Montenegro, executando o golpe waza-ari com osaekomi-waza.

Nas Olimpíadas de Londres 2012, ganhou a medalha de ouro na categoria 81kg, derrotando Ole Bischof.

Apesar de tantos títulos, Kim Jae-bum lidou com várias lesões. Seu golpe mais forte é o Seoi-nage, cuja técnica é concentrada nos ombros, é um dos 40 golpes mais tradicionais de Judô. Sendo uma das técnicas de maior pontuação no judô.

Kim Jae-Bum teve vários apelidos ao longo de sua carreira, como “homem que ganha com um braço”, devido aos seus fortes golpes; “tigre coreano”, devido à sua técnica agressiva e status de ícone no judô sul-coreano; e “coelhinho da Energizer”, devido à sua velocidade e físico implacável de judô. O atleta obteve a isenção do serviço militar obrigatório da Coreia do Sul em 2010, depois de vencer nos Jogos Asiáticos de Guangzhou.

Kim é também um cristão devoto, e ora antes e depois de suas lutas. Ele acredita que isso o manteve forte e ajudou a chegar onde está.

Animado com para ver a equipe coreana de judô em ação? Junte-se ao Viva Coreia, Torcida Oficial dos brasileiros que apoiam a Coreia do Sul nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016.

Fontes: JudoInside, TheHankyorehKoreaJoongangDaily, Telegraph, BBC e Koreajoongangdaily

avatar
About Cecilia Bohrer

Editora de Conteúdo (Belo Horizonte - MG) - Estudante de jornalismo é apaixonada por comunicação, cultura oriental e o meio gospel. É editora do BrazilKorea, chefe de redação do O-Studiomix, apresentadora da Rádio Conexão Kpop, tradutora da page LifeInKorea, repórter do Centro Cultural coreano, trainee de produção de TV na Rede Super, e fez diversas participações em programas e eventos. Além de ser uma grande admiradora da cultura coreana.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *