visto Coreia do sul

Imagem: http://diariodebordomsc.com.br/

O governo da Coreia do Sul anunciou na última semana a criação um novo tipo de visto de estudo/trabalho.  A medida visa atrair estrangeiros talentosos para o país. Saiba mais.

O número de estudantes estrangeiros na Coreia do Sul tem crescido nos últimos anos, porém muitos deles afirmam que, graças a algumas leis coreanas, é difícil conseguir um trabalho ou um visto de residência. Por causa disso, inúmeros recém-formados acabavam saindo do país após terminar seus estudos.

Pensando nisso, o Ministério da Justiça anunciou um novo sistema de visto, que facilitará aos estudantes com bolsa de estudo de programas do governo a conseguirem um emprego após sua graduação.

Atualmente, para uma empresa contratar um estrangeiro, ela deve ter pelo menos cinco funcionários sul-coreanos e o número de estrangeiros deve ser mantido abaixo de 20% do número de funcionários locais. De acordo com o ministro aqueles que possuírem o novo visto de trabalho/estudo serão capazes de conseguir um emprego, mesmo que a empresa não atenda as condições citadas acima. Além disso, o novo visto deverá ser renovado a cada três anos (atualmente são dois anos).

Mesmo aqueles estudantes que já estiverem na Coreia, poderão tentar obter esse novo visto.

O governo também criará um novo tipo de visto, o D-2-8. Que reduzirá os desconfortos para aquelas pessoas que decidirem estudar na Coreia por apenas um ou dois semestres.

Os novos sistemas de visto serão implantados a partir do mês que vem.

Tipo de vistos – A Coreia do Sul, assim como várias outras nações do mundo, oferece vários tipos de vistos para estrangeiros. Brasileiros interessados em somente visitar o país têm a possibilidade de ficar até 90 dias como turista , necessitando apenas do carimbo no passarporte quando da entrada no país, e sem necessidade de requerer visto antecipadamente por causa de acordos bilaterais. Para estudar, por exemplo, objetivo da maioria dos brasileiros que atualmente viajam para a Coreia, há duas opções de visto: o D-2 e o D-4. Saiba mais sobre eles, AQUI.

Fonte: Korea Times, Arirang News

avatar
About Jessica

Editora Chefe (Belo Horizonte - MG) Jornalista por formação e comunicóloga por vocação. Tão apaixonada pela cultura coreana, que fala e escreve sobre ela o tempo todo. Trabalha a finco para quebrar os pré conceitos que se existe em relação a Coreia.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *