Novo prédio POSTECH

Imagem: Times Higher Education

Fundada pela POSCO, chaebol que é orgulho nacional, a POSTECH é uma das universidades mais avançadas do mundo e certamente uma das mais descoladas ao permitir atividades acadêmicas via smartphone.

Fundada em 1986 pela POSCO (Pohang Iron and Steel Company, “Companhia de Ferro e Aço de Pohang”), a POSTECH – Pohang University of Science and Technology (Universidade de Ciência e Tecnologia de Pohang), se tornou uma das melhores e maiores universidades sul coreanas, segundo o ranking da Reuters de 2016, fica atras apenas da compatriota KAIST como a 11ª universidade mais inovadora do mundo. Já foi considerada a melhor Universidade com menos de 50 anos (2012-2013), e em 2016 alcançou o 8º lugar na Ásia deixando KAIST e SNU em 9º e 10º lugares, segundo a Times Higher Education (THE).

A POSCO é uma dos grandes chaebol (conglomerado de empresas) sul coreanos sendo considerada pelos sul coreanos como símbolo de orgulho nacional. Durante anos foi considerada a maior siderúrgica do mundo e embora hoje seja a 3ª maior do mundo, sua história está diretamente ligada a história do desenvolvimento da industria sul coreana, visto que suas principais tarefas são atender as industrias navais (2ª do mundo em 2016) e automotivas (5ª do mundo em 2015).

Mapa campus POSTECH

Imagem: POSTECH

A POSTECH está localizada no lado oeste da cidade de Pohang que fica a 98km ao norte de Busan no sul do país. O campus conta com pouco mais de 160 hectares e possui diversos prédios que vão desde dormitórios até um dos centros de pesquisa de partículas mais avançados do mundo, o PAL (Particle Accelerator Laboratory – Laboratório de Aceleração de Particulas). O campus ainda engloba o NINT (National Institute for Nanomaterials Technology – Instituto Nacional para Tecnologia de Nanomateriais) e o KIRO (Korea Institute of Robot and Convergence – Instituto Coreano de Robôs e Convergência). Uma característica incrível desse campus são os chamados “Smart Campus” e o “Mobile Campus”, que permitem que todo o perímetro do campus seja acessível por dispositivos móveis e todas as tarefas administrativas e atividades de aprendizado possam ser feitas pelos smartphones sem a restrição de tempo e espaço.

Uma curiosidade da POSTECH é que ela foi a terceira universidade do mundo a completar com sucesso a construção de um laboratório capaz de produzir o raio XFEL (X-ray Free Electron-laser, Raio X de laser de elétrons livres) através do projeto PAL-XFEL, que teve sucesso apenas dois meses após o primeiro teste em abril de 2016, que para os EUA demorou 2 anos e para o Japão 4 meses e a Europa ainda está no processo de construção. É considerado o “raio dos sonhos” pela possibilidade que traz de produzir imagens das características espaciais de proteínas e outras bio-moléculas até o nível atômico, ou seja, permite que os “blocos construtores da vida” sejam analisados com muito mais precisão.

O programa acadêmico e de pesquisas das POSTECH está dividido em Undergraduate (graduação), Graduate (pós-graduação) e Research Units (Unidades de Pesquisa). No Undergraduate existem 11 departamentos (4 de ciências básicas e 7 de engenharias) e 1 divisão de humanas. Para o Graduate existem 11 departamentos, 5 divisões, 3 escolas e 3 escolas especializadas. As principais unidades de pesquisa são PAL, PBC (POSTECH Biotechnology Center), NINT e MPK (Max Plank POSTECH), mas existem ainda outros que contribuem para que sejam alcançados as mais de 2000 publicações anuais, que têm o governo sul coreano como o maior investidor.

Vale ainda lembrar, que assim como KAIST, a POSTECH está acessível a brasileiros através dos programas de bolsas KGSP do governo sul coreano, organizado no Brasil pela embaixada, e também através dos programas do CNPQ para doutorado e pós-doutorado, de sanduíche ou integral no programa Ciência Sem Fronteiras.

Fontes: POSTECH, Times Higher Education, ReutersDW (English), Wikipedia, POSCO

avatar
About Israel Araujo

Programador (Maringá-PR) - Estudante universitário e programador web, tem nos últimos 3 anos se interessado pela cultura coreana, k-pop, programas de variedade, e-sports, doramas e logicamente por toda a tecnologia. Tem como meta viajar para a Coreia e conhecer este país tão fascinante.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *