ramyeon

Imagem: Brazilkorea

A paixão dos coreanos por ramyeon (라면) é bem conhecida e expressa em vários filmes e dramas. Saiba mais sobre as principais marcas e sabores do macarrão instantâneo coreano.

O macarrão instantâneo é um prato típico da culinária japonesa criado por Momofuku Ando e lançado pela empressa Nissin Foods em 1958. É constituído de um macarrão pré-cozido, normalmente lámen, que pode ser preparado apenas com o acréscimo de água. Na Coreia ele é conhecido como ramyeon (라면).

Conhecedores da cultura coreana sabem da popularidade do ramyeon (라면). Vários motivos explicam-na, a facilidade e rapidez do consumo, além do preço acessível. Durante os últimos 50 anos, o país passou por uma rápida industrialização e crescimento econômico, onde o trabalho e as cargas horárias extenuantes eram normais, portanto uma refeição rápida e barata vinha ao encontro das necessidades dos trabalhadores.

Na Coreia do Sul, o macarrão instantâneo foi produzido pela primeira vez pela empresa Samyang, em 1963, sob a assistência técnica da Myojo Foods Co. do Japão que forneceu equipamentos de fabricação. A sua preparação rápida, fácil e o preço barato tornou-o rapidamente popular . O consumo do macarrão instantâneo é mais comum do que de macarrão não-instantâneo. A palavra ramyeon (라면), geralmente, significa o tipo instantâneo. A maioria das barracas de comida na rua oferecem macarrão instantâneo em seu cardápio, e é comum encontrá-lo e consumi-lo em lojas de conveniência.

O ramyeon (라면) é, em geral, bastante apimentado. A mais antiga e famosa fabricante coreana é a Nongshim que comemorou 50 anos em 2015. Entre os vários sabores está o Shin Ramyun (신 literalmente “picante”), que é o mais vendido na Coreia do Sul, sendo popular na China e nos Estados Unidos e exportado para mais 124 países ao redor do mundo.

Os 10 sabores de ramyeon mais vendidos na Coreia são:

ramyeon

Imagem: Facebook kfoodworld

Conheça os ramyeon eleitos os favoritos de 2015 na Coreia AQUI. E tem até hamburger com ele (leia a matéria AQUI).

No Brasil, é possível encontrá-los em algumas casas de produtos japoneses importados. Em São Paulo, nos mercados coreanos do bairro Bom Retiro há grande diversidade de sabores a escolha dos clientes, assim como no bairro Liberdade.

Nota do BrazilKorea: O macarrão coreano (que lembra o spaguetti) é chamado de “guksu”, em coreano nativo, ou “myeon”, em sino coreano, e é consumido quente ou frio. Já o macarrão instantâneo (que muitos conhecem pela marca Miojo) é denominado “ramyeon” ou “ramyun”.

Fontes: businesskoreawikipedia e kfoodworld

avatar
About Alcina Knabben

Editora Executiva (Florianópolis - SC) - professora universitária, mestre em administração, apaixonada pela Coréia (negócios, maquiagem, comidas e TV) tem se dedicado a importação e a divulgação da cultura coreana.

One Response to Ramyeon (라면) – o macarrão instantâneo coreano
  1. avatar

    Eu gostaria de um dia conhecer coreia do sul, eu conheci através do seriado, eu até comprei a bebida soju para experimentar e gostei, é muito e comida parece que é uma delicia, eu tenho que provar um dia, a unica coisa que eu não posso comer fruta do mar e peixe, tudo que vem do mar não posso comer, porque eu sou alérgica e infelizmente


[top]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *