Cecília Bohrer - Jantar romantico coreano

Imagem: www.rurulab.com

Encontro às cegas na Coreia como vimos no post anterior são muito comuns. E vários estilos e táticas são usadas para diminuir o constrangimento de encontrar um completo estranho sob um pretexto íntimo. Veremos então quatro tipos básicos de encontros às cegas na Coreia.

Encontro de apresentação – Sogaeting (소개팅)

Este é o tipo  que vem em primeiro lugar à mente quando se pensa num encontro às cegas: dois estranhos se conhecem em um local público, geralmente apresentados por um amigo em comum ou contato. Geralmente, os dois envolvidos se encontram em um café, enquanto a pessoa que organizou tenta aliviar a tensão. O casal é livre para fazer o que quiser.

Encontro em Grupo – Meeting (미팅)

É categorizado como encontro às cegas na Coreia, mas pode-se pensar nisso como um encontro em grupo. Embora a premissa para ligações românticas é uma possibilidade que não é o objetivo principal. Dois grupos de amigos se encontram. Os grupos se reunirão para um café, beber e/ou jogar para conhecer um ao outro. Este tipo de encontro é provavelmente uma das opções mais divertidas, pois alivia um pouco a pressão de ter que impressionar o outro. É bom para conhecer mais pessoas e, essencialmente, expandir a sua rede  de contatos, o que pode levar a futuros encontros.

Encontro relâmpago – Bungaeting (번개팅)

Desenvolvido durante o início da internet, este método de encontro não é tanto às cegas. As pessoas se conhecem online, usando vários aplicativos ou conversando nas redes sociais e acabam marcando um encontro em um local. 번개 significa “relâmpago”, é uma referência quanto à rapidez com que este tipo de relacionamentos podem acontecer.

Criador do Jogo – Matsun (맞선)

Este tipo de encontro às cegas normalmente é organizado por uma casamenteira ou parentes na esperança de produzir um casamento. Dramas coreanos e filmes tendem a mostrar muito esse tipo de arranjo. A maioria dos viajantes e estrangeiros provavelmente nunca experimentará este tipo de encontro fora do cinema ou televisão.

Deixem seus comentários e sugestões! Até o próximo post!!

Fonte: www.seoulsync.com

avatar
About Cecilia Bohrer

Editora de Conteúdo (Belo Horizonte - MG) - Estudante de jornalismo é apaixonada por comunicação, cultura oriental e o meio gospel. É editora do BrazilKorea, chefe de redação do O-Studiomix, apresentadora da Rádio Conexão Kpop, tradutora da page LifeInKorea, repórter do Centro Cultural coreano, trainee de produção de TV na Rede Super, e fez diversas participações em programas e eventos. Além de ser uma grande admiradora da cultura coreana.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *