Arte Coreana II

A história da pintura coreana, estende-se do início dos murais pintados nas paredes dos túmulos durante o quarto século, e continua presente nas obras de um grande número de artistas coreanos que mantém estilos e formas da arte tradicionais, além de agregar conceitos modernos.

Assim como hoje, onde pintores de diversos países buscam estudar no exterior para aprender outros estilos suas tradições, os primeiros pintores coreanos viajavam para estudar as obras daqueles que eram considerados os grandes mestres.

No século IV, a China foi considerada, tanto por si só, como também por muitos países asiáticos sob sua influência, o centro do universo. Como talmuitos pintores coreanos foram enviados para o país para aprender estilos de pintura chinesa moderna. O que eles aprenderam, influenciou não as pinturas da Coreiamas também do Japão.

Entre o período de três reinos na Coreia, cada qual adquiriu seu próprio estilo de pintura original, influenciado de acordo com a região geográfica na China com a qualreino possuía relações.

O período de Goryeo (918-1392) foi marcado pela figura de pintores aristocratas que começaram a pintar como forma de estimulo  intelectual e o florescimento do Budismo. Embora elegante e refinada, as pinturas budistas deste período, também foram consideradas berrantes em relação aos padrões da época. Outra tendência observada eram as pinturas com aparência real e que mais tarde se tornariam comuns no período Joseon.

Imagem: http://www.korean-arts.com/

 

Já o período Joseon (1392-1910), foi marcado por grandes transformações. O declínio da cultura budista influenciou para que houvesse uma queda na produção de arte com ênfase em motivos religiosos. Ao mesmo tempo, artistas coreanos continuavam a ser influenciados pelos pintores da China, mas foram capazes de transcender os moldes e desenvolver um estilo mais forte e nativo, a exemplo o Silhakmovimento de aprendizado prático, que enfatizava produção baseada na observação, resultando então em pinturas cada vez mais reais da paisagem local, bem como das atividades cotidianas.

No período colonial japonês (1910-1945), a tradição da pintura coreana quase se perdeu, pois muitos elementos culturais foram suprimidos, como linguagem, em uma tentativa de assimilar à cultura japonesa. Entretanto, após a libertação da Coréia do Japão em 1945, essa tradição foi resgatada por um grande número de artesãos coreanos.

 

 

 

TIPOS DE PINTURA COREANA

Categorizar o grande número de estilos de pintura coreana acabou por se tornar uma tarefa difícil por conta das diversas influências, mesmo onde de um período para outro houvesse características mais predominantes.
Destaca-se a produção da Era Joseon, que com sua rica variedade de estilos permanece influente até hoje nas obras contemporâneas. Esta se dividiu em cinco categorias: Pinturas de Paisagem, Gênero, Minhwa, as Quatro plantas graciosas que representavam as quatro estações, e Retratos.

Fonte: Korean Arts (Ingles)

avatar
About Barbara Brisa

Editora de conteúdo (Brasília) - Socióloga e pesquisadora sobre cultura e tradição coreana.

One Response to Série Arte Coreana – História da Pintura
  1. avatar

    […] Para relembrar a história da pintura coreana, clique aqui. […]


[top]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *