mostra

Imagem do filme “O lamento”

Entre os dias 15 e 20 de agosto, o Centro Cultural de São Paulo será preenchido pela cultura coreana. Uma das atividades programas é uma mostra de filmes coreanos.

Não é de agora que a indústria cinematográfica sul-coreana tem se destacado internacionalmente pela indiscutível qualidade de seus filmes. Diretores como Hong Jin Na (O lamento), Jee Woon Kim (O gosto da vingança), Chan Wook Park (A criada) e Joon Ho Bong (O hospedeiro) já deixaram sua marca no ocidente com verdadeiros blockbusters.

Mesmo sendo um país “pacifista” com uma forte campanha de desarmamento, a península coreana possui uma longa história de conflitos internacionais marcados por guerras e invasões que resultam em um posicionamento violento, retratado em filmes com crimes, criaturas sanguinárias, assassinatos a sangue frio e tortura.

Em parceria com o Consulado Geral da República da Coreia e o Centro Cultural Coreano no Brasil, o Centro Cultural São Paulo apresenta a mostra Vingança: O Novo cinema coreano, traz uma pequena seleção dos filmes mais representativos desse tema.

Confira a lista completas dos filmes que serão exibidos na Mostra:

A criada

Eu vi o diabo
(Akmareul boatda, 2010, 142min, cópia digital, suspense)
Existe um psicopata sanguinário à solta na Coreia do Sul. Jang Kyung Chul mata qualquer pessoa para obter carne humana. A polícia tenta capturá-lo por décadas, sem sucesso. Quando a noiva de Soo Hyun, um agente secreto, é assassinada por esse homem, o agente decide procurar sozinho pelo responsável. O encontro entre os dois homens ocorre rapidamente, mas como será que ele terminará?

Mar sangrento
(Hwanghae, 2011, 140min, DCP, suspense)
Um motorista de táxi da região de Yanji, na fronteira com a Coreia do Norte, Rússia e China, está passando por momentos de extrema tensão. Sem esperanças de reencontrar sua esposa, que precisou ir para a Coreia trabalhar, ele acaba aceitando uma proposta perigosa de um homem: trabalhar como um assassino de aluguel para conseguir colocar sua vida em ordem.

Memórias de um assassino
(Salinui chueok, 2003, 130min, cópia digital, suspense)
Em 1986, na Coreia do Sul, uma jovem mulher é encontrada morta, com marcas de tortura. Os detetives Park Doo Man e Cho Yong Koo ficam responsáveis pelo caso, o segundo assassinato de uma mulher na cidade. Sem avançar na investigação, os dois não apresentam qualquer suspeita e terão de trabalhar com outro detetive, Seo Tae Yoon, que está convencido de que é um caso de assassinatos em série. Quando uma terceira mulher é vítima do bandido, os detetives começam a encontrar pistas que os levarão até o assassino.

Mother – a busca pela verdade
(Mother, 2009, 130min, DCP, suspense)
Uma mulher viúva cuida sozinha de seu filho único, Do Joon. Este homem de 28 anos, ingênuo e infantil, costuma se comportar de maneira inconsequente, dependendo com frequência da atenção materna. Um dia ele é acusado do assassinato de uma adolescente, mas parece sequer compreender a acusação que enfrenta. Diante da incompetência do advogado encarregado de defendê-lo, a mãe parte em busca do verdadeiro assassino para provar a inocência de seu filho.

Mr. Vingança
(Boksuneun naui geot, 2002, 129min, cópia digital, suspense)
Ry é surdo-mudo. Sua adorada irmã precisa com urgência de um transplante de rim. Na ausência de doadores compatíveis, Ryu recorre ao mercado negro, mas é trapaceado e perde todas suas economias, bem como o próprio rim. Ryu então é convencido por sua namorada a sequestrar a filha de 4 anos do empresário Dong Jin para custear a cirurgia de transplante. Mas o plano não funciona como esperado: a irmã de Ryu se suicida e a menina raptada morre afogada. Sem outros motivos para viver, Dong-Jin e Ryu vão preparar implacáveis planos de vingança um contra o outro.

O caçador
(Chugyeogja, 2008,125min, digital, suspense)
Desde que abandonou o trabalho como policial, Joong-ho trabalha como cafetão. Ele começa a ficar preocupado quando algumas de suas prostitutas desaparecem. O suspeito é facilmente detido e admite todos os seus crimes, mas os problemas de Joong Ho estão apenas começando: ele tem apenas algumas horas para encontrar provas que mantenham o assassino na cadeia, senão ele será liberado.

O gosto da vingança
(Dal kom han in-saeng, 2005, 120min, digital, suspense)
O chefe de uma gangue suspeita que a sua namorada está tendo um caso com outro homem. Para resolver a questão de uma vez por todas ele decide enviar o seu braço direito e melhor matador para lidar com o caso. Com a missão de eliminar a moça, Sunwoo, no entanto, começa a ter dúvidas sobre a operação e isso é algo que pode colocar sua vida em risco.

O homem de lugar nenhum
(Ajeossi, 2010, 120min, DCP, suspense)
A única ligação que o ex-agente Cha Tae-shik tem com o resto do mundo é uma menina, Jeong So-mi, que vive nas proximidades. Sua mãe, Hyo-jeong, que é contrabandista de drogas numa organização, confia a Tae-shik todo seu produto, mas sem que ele saiba o que é. Quando os traficantes descobrem, eles sequestram Hyo-jeong e So-mi. A gangue promete libertá-los se Tae-shik fizer uma entrega para eles. No entanto, nada é tão simples quanto parece, até que o ex-agente descobre que eles estão numa enrascada.

O hospedeiro
(Gwoemul, 2006, 120min, cópia digital, suspense)
Na beira do rio Han moram Hie Bong e sua família, donos de uma barraca de comida no parque. Seu filho mais velho, Kang Du, tem 40 anos, mas é um tanto imaturo. A filha do meio é arqueira do time olímpico coreano e o filho mais novo está desempregado. Todos cuidam da menina Hyun Seo, filha de Kang Du, cuja mãe saiu de casa há muito tempo. Um dia surge um monstro no rio, causando terror nas margens e levando com ele a neta de Hie Bong. Em busca da menina, os membros da família decidem enfrentar o monstro.

O lamento
(Goksung, 2016, 156min, DCP, suspense)
Um vilarejo pacífico começa a testemunhar assassinatos cruéis cometidos pelos moradores. Os criminosos parecem estar fora de si e as autoridades desconfiam que talvez tenham consumido cogumelos venenosos. No entanto, o inspetor de polícia Jong Goo suspeita que os casos tenham uma origem sobrenatural, ligada a um forasteiro que acaba de chegar ao local.

Programação da Mostra

Dia 15/8 (terça)
14h30 -Memórias de um assassino
17h – O lamento
20h – A criada

Dia 16/8 (quarta)
14h30 – O homem de lugar nenhum
17h – O hospedeiro
19h30 – O caçador

Dia 17/8 (quinta)
14h30 – O gosto da vingança
17h – O caçador
19h30 – Eu vi o diabo

Dia 18/8 (sexta)
14h30 – Memórias de um assassino
17h10 – Eu vi o diabo
20h – Mr. Vingança

Dia 19/8 (sábado)
14h30 – O hospedeiro
17h – Mar sangrento
20h – A criada

Dia 20/8 (domingo)
14h30 – Mother – a busca pela verdade
17h10 – O homem de lugar nenhum
19h30 – O lamento

Os filmes da Mostra serão exibidos na sala Lima Barreto e os ingressos para cada sessão custam R$2 (meia entrada para todos).

 

avatar
About Jessica

Editora Chefe (Belo Horizonte - MG) Jornalista por formação e comunicóloga por vocação. Tão apaixonada pela cultura coreana, que fala e escreve sobre ela o tempo todo. Trabalha a finco para quebrar os pré conceitos que se existe em relação a Coreia.

One Response to Centro Cultural São Paulo realiza Mostra do Novo Cinema Coreano
  1. avatar

    Uma seleção de filmes incríveis! Uma pena que não tenha programação para segunda.


[top]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *